Sábado, 23 Jun 2018 -

Semus reforça que não há necessidade de correria aos centros de saúde da Capital

 

Os recentes casos de mortes por febre amarela em estados como Minas Gerais e São Paulo têm resultado numa grande procura por vacina nos postos de saúde desses estados. No entanto, aqui em Palmas, a Central de Vacinas da Secretaria Municipal de Saúde (Cemuv/Semus) reitera que não há motivos para pânico e nem correria aos Centros de Saúde da Comunidade, uma vez  que o Tocantins sempre fez parte da área com recomendação de vacinação, o que significa que a população já é imunizada. Mesmo assim, para atender aquelas pessoas ainda não imunizadas, a Cemuv informa que em virtude da grande procura, todos os dias haverá oferta de vacinas nos centros de saúde.

 

“Como é uma vacina de rotina, cada centro tem seu dia estabelecido para administrar essas doses, uma vez que cada frasco equivale a 10 doses que devem ser administradas no mesmo dia para não termos perda de vacina. Mas como a procura tem sido grande nos últimos dias, estamos orientando os vacinadores a abrir os frascos todos os dias enquanto a população estiver com essa demanda pela vacina”, explica a enfermeira da Cemuv, Juliana Araújo.

 

“Como é uma vacina de rotina, cada centro tem seu dia estabelecido para administrar essas doses, uma vez que cada frasco equivale a 10 doses que devem ser administradas no mesmo dia para não termos perda de vacina. Mas como a procura tem sido grande nos últimos dias, estamos orientando os vacinadores a abrir os frascos todos os dias enquanto a população estiver com essa demanda pela vacina”, explica a enfermeira da Cemuv, Juliana Araújo.

 

A vacina contra febre amarela pode ser tomada por pessoas entre nove meses e 59 anos. Acima de 59 anos é necessário avaliação médica.

 

Na sexta-feira, 19, a aposentada Maria Antônia Izu procurou o Centro de Saúde da Comunidade da Arso 41 para se imunizar. “Eu vim vacinar hoje, mais como medida de precaução, pois vimos na televisão que tem muitos casos em São Paulo e eu vou viajar para lá também e eu já quero ir prevenida”, disse.


A estudante Marília Jaci Azevedo, 20 anos, perdeu o cartão de vacina e na dúvida procurou a unidade de saúde. “A procura da vacina contra febre amarela foi porque eu não tinha certeza se eu tinha tomado ou não, pois perdi meu cartão de vacina, e devido às últimas notícias eu achei melhor me informar na unidade e consegui me vacinar”, afirmou.

 

A professora Isabel Cristina Brasil é mãe do pequeno Isaac de um ano, que também foi imunizado contra febre amarela. “Eu vim aqui no centro de saúde para vacinar meu filho, pois é a época certa para ele ser imunizado. O Brasil está apavorado com essa questão da vacina de febre amarela, nós aqui do Tocantins somos privilegiados com a dose integral porque em outros estados elas estão sendo limitadas”, ressaltou.   


Confira quais centros de saúde oferecem vacina contra Febre Amarela

 

CSC Arno 33

CSC Arno 41

CSC Arno 42

CSC Arno 61

CSC Arno 71

CSC Arse 13 

CSC Loiane Moreno

CSC Arne 53

CSC Arne 64

CSC Arso 41

CSC Arse 75

CSC Arse 82

CSC Arse 101

CSC Arso 111 

CSC Valéria Martins (Arse 122)

CSC Arse 131

CSC Jardim Taquari

CSC Lago Sul

CSC Liberdade (Jardim Aureny III)

CSC Laurides Milhomem (Jardim Aureny III)

CSC Novo Horizonte (Jardim Aureny IV)

CSC Alto Bonito (Jardim Aureny IV)

CSC Eugênio Pinheiro (Jardim Aureny I)

CSC Jardim Aureny II

CSC Santa Bárbara  

CSC José Hermes Damaso (Setor Sul)

CSC Bela Vista

CSC Morada do Sol

CSC Santa Fé

CSC Taquaruçu

 

CSC Buritirana