Dianópolis, TO - 19 Outubro, 2017

Prefeitura de Dianópolis implanta Nota Fiscal Eletrônica

 

Compromisso e responsabilidade com a coisa publica são marcas da gestão eficiente do prefeito Padre Gleibson Moreira (PSB), que mais uma vez objetivando transparência em sua administração implanta em Dianópolis a Nota Fiscal Eletrônica (NFS-e) com objetivo de padronizar as obrigações tributárias, modernizando a gestão, tendo maior controle fiscal junto a Secretaria Municipal de Finanças.

 

A implantação é uma promessa de campanha do prefeito e vai atender os prestadores de serviços do município, através do sistema WebISS garantindo eficiência na área tributária do município. “Somos um polo na região Sudeste e não poderíamos continuar sem essa ferramenta que além de padronizar as informações recebidas pelo município, vai diminuir custos, gerando eficiência na prestação dos nossos serviços”, destacou o prefeito.

 

A Nota Fiscal Eletrônica implantada em Dianópolis atende o novo modelo conceitual da Associação Brasileira das Secretarias de Finanças das Capitais (ABRASF) e além de substituir a NF impressa, vai registrar todas as operações de prestação de serviços sujeitos ao Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISSQN), que será gerada e armazenada eletronicamente, sendo a emissão de inteira responsabilidade do prestador, através do endereço eletrônico www.dianopolis.to.gov.br ou www.dianopolis.webiss.com.br através de senha e login que serão fornecidos através de um cadastro.

 

De acordo com a representante do Instituto Brasileiro de Administração Municipal (IBAM), Ana Cristina Santana, que está em Dianópolis para implantação do sistema e capacitação de servidores e prestadores, o cadastramento é obrigatório. “Todos os contribuintes prestadores de serviços do Município de Dianópolis deverão realizar o cadastro eletrônico de contribuintes – CeC® para emissão da Nota Fiscal de Serviços Eletrônica entre primeiro a 31 de agosto deste ano”, disse, informando ainda que a emissão da NFS-e é obrigatória para todos os contribuintes sediados no município a partir da aprovação do CeC®.

 

Após o prazo estabelecido, as notas fiscais em papel (talões) perderão a validade, não sendo possível mais a utilização, devendo ser entregues ao Setor de Arrecadação da Secretaria Municipal de Finanças até o dia 31 de agosto deste ano. Caso não sejam entregues, os contribuintes sofrerão as sanções previstas na Lei Municipal 857/2001.

 

No próximo dia primeiro será realizado o lançamento da NFS-e. Entre os dias dois e três será realizado treinamento com contadores, prestadores e tomadores de serviços.

VEJA TAMBÉM NO PORTAL DO SUDESTE