Dianópolis, TO - 13 Dezembro, 2017

Governo do Estado realiza ações de enfrentamento da estiagem em municípios tocantinenses

 

Com a proposta de orientar e auxiliar os municípios tocantinenses que enfrentam o período de estiagem, garantindo a segurança hídrica de milhares de moradores da região Sudeste do Estado, o Governo do Tocantins, por meio da Defesa Civil Estadual e da Agência Tocantinense de Saneamento (ATS), está atuado em diferentes frentes de trabalho, com ações preventivas, como é o caso do Programa Água para Todos, cujo foco está nas comunidades rurais, e ações emergenciais, como os caminhões-pipas e perfuração de Poços Tubulares Profundos (PTP´s) na zona urbana e rural.

 

Até o final do período de estiagem, serão investidos aproximadamente R$ 3 milhões na operação emergencial caminhões-pipa. Cerca de 50 veículos irão abastecer com água potável comunidades rurais castigadas com a severa seca. Os recursos são provenientes do tesouro estadual.

 

Defesa Civil 

Na orientação de ações emergenciais e de complementação financeira, a Defesa Civil Estadual está acompanhando os registros de solicitação de recursos federais junto ao Ministério da Integração Nacional (MI) na disponibilização de recursos financeiros para contratação de caminhões-pipa e empresas responsáveis pela análise de potabilidade da água em diversos municípios tocantinenses.

 

Até o momento, Santa Rosa, Chapada de Natividade, Almas e Porto Alegre já inseriram os dados junto ao Sistema Integrado de Informações sobre Desastres - S2ID do Ministério da Integração Nacional e receberam o reconhecimento da Defesa Civil Nacional, podendo assim decretar Situação de Emergência e receber auxílio financeiro federal. Outros 11 municípios do Sudeste Tocantinense também estão em fase de orientação e inserção dos dados junto ao S2ID.

 

De acordo com o Diretor Executivo da Defesa Civil Estadual, o major bombeiro Diógenes Madeira, a solicitação junto ao Governo Federal se dá quando o município não dispõe de recurso financeiro suficiente para enfrentar o processo de estiagem prolongada em sua região. Então os gestores municipais entram com o pedido que é de responsabilidade da Defesa Civil Estadual e Defesa Civil Municipal junto ao Governo Federal para que seja repassado um valor financeiro para contratação de caminhões-pipa e possa distribuir água potável para todas as comunidades que estão sofrendo com a seca”, argumentou.

 

Recursos

Distante a 324 quilômetros de Palmas, o município de Porto Alegre possui sete comunidades rurais, sendo duas delas de comunidades tradicionais quilombolas. De acordo Timóteo Nunes Ferreira, coordenador municipal da Defesa Civil daquele município, cerca de mil pessoas da zona rural já enfrentam o longo processo de estiagem e consequentemente falta de água. “Estamos no sexto ano consecutivo sofrendo com a estiagem mais severa. Este ano com o apoio da Defesa Civil Estadual conseguimos cadastrar os dados junto ao Ministério e com isso poder decretar a Situação de Emergência. Agora vamos aguardar a chegada dos recursos para contratar os caminhões-pipa”, afirmou.

 

Programa Água para Todos 

Neste mês de agosto, o Governo do Tocantins finalizou a etapa das cisternas do programa Água para Todos ao entregar 481 títulos de propriedade de cisternas aos beneficiados do programa, no auditório do Colégio João d'Abreu, em Dianópolis, região sudeste do Estado. Com investimento de mais R$ 75 milhões, foram entregues 11.050 cisternas, compostas pelo reservatório de 16 mil litros de água, casa abrigo e sistema de bombeamento. Cerca de 60 mil pessoas foram beneficiadas, em 27 municípios daquela região.

 

 

 

 

 

VEJA TAMBÉM NO PORTAL DO SUDESTE