Sábado, 23 Jun 2018 -

Polícia Civil autua homem suspeito por abandono de incapaz na região sudeste do Estado

 

Na última quarta-feira (7) a Polícia Civil do Tocantins, por intermédio da Delegacia de Polícia de Combinado, autuou em flagrante delito um homem de iniciais D. F. C, o qual é suspeito pela prática do crime de abandono de incapaz.

 

De acordo com a delegada Melícia Resende Rocha Ganzaroli de Ávila, responsável pelo caso, a ação policial que resultou na autuação do indivíduo se deu após o mesmo abandonar dois filhos menores de idade e ainda faltar a uma reunião do Conselho Tutelar da cidade, a fim de tratar da situação de abandono dos menores.

 

Ainda segundo a delegada, o genitor foi devidamente notificado para comparecer ao Conselho Tutelar para a reunião com toda a equipe multidisciplinar, contudo, pediu para que sua companheira e madrasta dos menores fosse para representá-lo.

 

A companheira de D.F.C. na tentativa de justificar a ausência daquele, informou que o pai dos menores tinha ido acompanhar uma pessoa idosa até a cidade de Aurora do Tocantins, com a finalidade de para trocar a senha do cartão da pessoa que ele acompanhava.

 

Desta maneira, a delegada de Polícia determinou aos policiais civis que localizassem D.F.C., sendo o mesmo encontrado, em um posto de atendimento do Bradesco, oportunidade que narrou que estava trocando a senha para a pessoa q acompanhava e que era uma situação de emergência.

 

 Questionado sobre o local onde estavam seus filhos, o homem afirmou que não sabia e que sua companheira havia ido a reunirão para representá-lo. Dessa forma, a Autoridade Policial determinou ao Agente de Polícia que o encaminhasse para a Delegacia de Aurora do Tocantins para prestar melhores esclarecimentos.

 

Logo em seguida, a equipe multidisciplinar e a companheira de D.F.C informou que o adolescente ainda não havia comparecido a escola em 2018 e que a criança só frequentava às aulas quando queria e que, no horário da reunião, estava perambulando pelas ruas de Aurora.

 

Acionados pela delegada, policiais militares localizaram a criança, a qual estava em via pública. Já o adolescente estava abrigado, na casa de uma senhora que lhe estava lhe fornecendo alimentação e alguns cuidados.

 

Diante da situação de fragrâncias de abandono de incapaz, a Delegada de Policia, juntamente com o Conselho Tutelar e a Polícia Militar se deslocaram até a cidade de Aurora do Tocantins onde o pai das crianças foi autuado pelo crime de abandono de incapaz, sendo que diante da situação econômica a fiança foi arbitrada em 1/3 do salário mínimo, que foi recolhida por um advogado da família.

 

Diante da situação de flagrante e vendo que o genitor estava em estado de embriaguez e da recusa dos menores em ficar sob a responsabilidade da companheira de D.F.C, os mesmos foram entregues ao Conselho Tutelar para que sejam retirados da situação de abandono e de exposição a risco social.