Quarta, 20 Jun 2018 -

Colégio Agropecuário de Almas sediará Feira Agrotecnológica da região sudeste

 

Neste ano, o Colégio Agropecuário de Almas sediará a Feira Agrotecnológica de Almas (Agroalmas), que será realizada nos dias 13 e 14 de abril. Representantes da Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes e do Instituto de Desenvolvimento Rural (Ruraltins) estiverem reunidos na manhã desta quinta-feira, 22, na Seduc, para discutir a participação dos professores e estudantes no evento.

 

A secretária Wanessa Zavarese Sechim falou sobre a importância dos professores planejarem suas aulas para que os alunos aproveitem o espaço da feira para a aprendizagem, principalmente, da prática nas aulas de campo.

 

“Esta será uma experiência muito rica para a escola, por ter alunos e professores participando de todo o processo de organização da feira, desde a preparação do terreno para os plantios experimentais, como conhecer projetos desenvolvidos pela Empresa Brasileira de Agropecuária (Embrapa) e fortalecer o currículo. A escola também terá a oportunidade de apresentar seus projetos para a comunidade”, frisou a secretária Wanessa.

 

“A feira será um laboratório para a aprendizagem dos alunos”, disse Tereza Luíza Dias Wanderley, diretora da Diversidade da Seduc.

 

A gestora do Colégio Agropecuário, Dolores Lima da Silva Borges, disse que a escola conta atualmente com 115 alunos e que sediar um evento desse porte representa um ganho significativo para a escola. “Esse era o nosso desejo, trazer as ações da Agroalmas para dentro da escola e, agora, estamos planejando a interação dos estudantes com os espaços da feira”, disse.

 

A feira

 

A Feira Agrotecnológica reunirá tecnologias e conhecimentos sobre a produção agropecuária, piscicultura e produção de alimentos. Na Escola, os alunos já estão participando de aulas práticas sobre o manejo de pastagens.

 

O presidente do Ruraltins, Pedro Dias, explicou que a equipe fez a proposta para realizar a feira numa unidade escolar pelas oportunidades de interação entre alunos, professores, produtores rurais e pesquisadores. “Somos parceiros das escolas e sempre que temos condições estamos propondo ações que possam envolver os estudantes. Nessa feira, há espaços para os alunos em todas as palestras e aulas de campo”, ressaltou.

 

João Albuquerque Filho, técnico do Ruraltins em Almas, comentou que a feira reunirá mais de 30 expositores e o evento abrangerá produtores de todos os municípios da região Sudeste. “Todas as estruturas experimentais que serão montadas na escola ficarão para serem agregadas à prática dos conteúdos ministrados”, frisou.

 

Na feira, a comunidade poderá ter acesso a máquinas e resultados de pesquisas realizadas no setor agropecuário, de criação de peixes e de abelhas, lá serão instaladas exposições do artesanato local, de trabalhos desenvolvidos nas unidades escolares agrícolas, e de produtos das Comunidades Quilombolas e da Agricultura Familiar.

 

Presenças

Participaram da reunião Pedro Dias, presidente do Ruraltins; João Filho, técnico responsável pelo Ruraltins em Almas; Adory Trevisol de Oliveira, coordenador do Ruraltins de Dianópolis; Jane de Cássia Ribeiro dos Santos Maciel, diretora regional de Educação; Edna de Jesus Vieira, assessora pedagógica; Dolores Lima, diretora do Colégio Agropecuário de Almas; Tereza Luíza Dias Wanderley, diretora de Diversidade da Seduc, e representantes da Educação do Campo, na Seduc.