Quarta, 20 Jun 2018 -

Mulheres em Campo acontece no município de Ponte Alta do Bom Jesus

 

O Curso alia teoria e prática para colocar mulheres à frente de negócios rurais e gerar renda para suas famílias.

 

Encontrar o valor do seu trabalho: este é o principal resultado que as alunas do projeto Mulheres em Campo têm relatado após o conjunto de aulas e oficinas que levam conhecimento sobre gestão a quem atua no meio rural. O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, SENAR, coordenado por sua presidente, Kátia Abreu, finalizou essa semana o Mulheres em Campo, no município de Ponte Alta do Bom Jesus, com uma turma de 23 mulheres que participaram da capacitação. O programa, desenvolvido pelo SENAR, permite que produtoras rurais ampliem a sua participação nos negócios, assumindo ou compartilhando as questões mais frequentes em relação à gestão de propriedades rurais. 

 

As mulheres, escolhem um produto e criam um planejamento estratégico para viabilizar a produção levando em conta custos de insumos, preços pagos pelo produto, transações bancárias e possíveis contingências. O produto é feito durante o treinamento, e elas têm a oportunidade de exercitar a venda em uma feirinha que irá acontecer semanalmente no município de Ponte Alta do Bom Jesus, algumas alunas já começaram a vender o que produziram durante a capacitação, como por exemplo: legumes cortados, rapadura, pamonha, entre outros.  

 

Assim desenvolvem habilidades de comercialização e já podem colocar em prática os novos conhecimentos adquiridos de forma imediata, avaliou Patrícia da Silva Gonçalves, instrutora do SENAR-TO.

 

Para o Presidente do Sindicato Rural de Ponte Alta do Bom Jesus, Arnóbio Silva Queiroz, a participação das mulheres vem aumentando a cada dia e elas têm demonstrado cada vez mais interesse nos cursos voltados para a área de gestão. “O tamanho das propriedades não é obstáculo para tratar a produção como negócio e profissionalizar cada vez mais, estamos vivendo em um mundo moderno onde o mercado exige cada vez mais a capacitação e o aprendizado constante. ” Disse o presidente.