Segunda, 26 Fev 2018 -
FacebookTwitter

Adapec apreende cinco toneladas de sementes irregulares na BR-153

 

Cerca de cinco toneladas de sementes irregulares de capim foram apreendidas pela Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), na quarta-feira, 18, no posto fiscal da Polícia Rodoviária Federal (PRF), na BR-153, próximo à cidade de Paraíso do Tocantins.  A carga estava sem documentação fiscal e fitossanitária, e sem comprovação de procedência e dos padrões de germinação e pureza. O material foi destruído no aterro sanitário do município e o motorista multado em R$ 2.700 pela Agência.

 

De acordo com a supervisora técnica da área vegetal, Francisca Wilma Neide de Lima, o caminhão foi parado pela PRF por excesso de carga, os policiais descobriram sementes camufladas com material de construção, por isso, acionaram a Agência. “As sementes estavam em sacos sem nenhuma identificação, o que é proibido, verificamos ainda terra em excesso misturada às sementes configurando fraude no peso”, explica. O motorista não comprovou a origem e o destino da carga.

 

Sementes ilegais podem disseminar pragas nas lavouras e causar grandes prejuízos aos produtores rurais. “O produtor deve ficar atento e comprar sementes em estabelecimentos licenciados pelaAdapec, exigir a nota fiscal e o Termo de Conformidade do produto, onde consta a origem, lote, validade entre outras informações”, alertou o diretor de defesa, sanidade e inspeção vegetal daAdapec, Carlos César Barbosa.  

 

O presidente da Adapec, Humberto Camelo, disse que ações integradas com outras instituições têm colaborado com a fiscalização, que visa resguardar o patrimônio zoofitossanitário do Estado. “É uma dinâmica que traz grandes benefícios à sociedade e colabora com a preservação da sanidade agropecuária”, pontua.